Ajowan - Zip Pouch - 100g

Ajowan - Zip Pouch - 100g

Ajowan

(Trachyspermum ammi)

 

Onde surgiu?

Oriundo do Sul da Índia e Norte da África e cultivado no Afeganistão, Egito, Irã e Pakistão.

 

Quais as características?

É uma pequena umbelífera anual intimamente aparentada com a alcaravia e o cominho. As sementes constituem uma especiaria popular em toda Índia e a planta também é cultivada e utilizada no Paquistão, no Afeganistão, no Irão e no Egito. Seu sabor parecido com tomilho, graças a substancia bactericida TIMOL( um fenol anti-séptico), presente em ambos.
Suas sementes duram por tempo indeterminado em um pote hermético.

Qual é seu uso culinário?

Como ocorre com muitas das especiarias, ajowan complementa os sabores de vegetais e carboidratos. Essas pequenas, porém poderosas, sementes adicionam sabor deliciosamente aromático para biscoitos salgados e picância para massas usadas para torta de carne, frutos do mar ou vegetais. O ajowan deve ser usado com bastante parcimónia pois uma quantidade exagerada vai ao prato um gosto amargo. A cozedura suaviza o seu sabor tornando-o parecido com o do tomilho ou dos oregãos , porém mais forte e com uma nota apimentada. Amasse-as antes de usar para liberar o sabor (são fáceis de triturar em pilão).


História/Curiosidades?

Também chamada de Erva do Bispo e Carum. Ajowan tem uso medicinal  antigo, como evidenciado por sua presença no Capitulare de villis vel curtis imperii, uma ordem emitida por Charlemagne reivindicando seus campos para cultivar uma série de ervas e condimentos, incluindo "ameun" atualmente identificado como Trachyspermum ammi. Até a eclosão da primeira guerra mundial, a maior parte da exportação de sementes de ajowan destinava-se à Alemanha para a produção do óleo e extração do timol. As sementes de Ajowan contém entre 2,5% e 5% de óleo volátil,dos quais mais de 35% são timol.

 

Que receitas utilizam?

O Ajowan é usado em alimentos ricos em amido e, no sudoeste da Ásia, é usado em pães e pasteizinhos fritos. Cozido com feijão, ajuda a aliviar a flatulência. Também é usado para dar sabor a picles e raízes e em algumas receitas de curry. Seu uso mais conhecido no Ocidente é para dar sabor a um tira-gosto crocante chamado Bombay mix.

Biscoitos picantes para cocktail

300ml de Farinha

10ml de ras el hanout

75ml de manteiga

10ml de ajowan seeds

5ml de sementes de nigella

2 gemas de ovo

Untar uma assadeira e pré-aquecer o forno a 190 graus. Penerar a farinha e ras el hanout em uma tigela e esfreguar a manteiga até que a mistura faça uma massa firme e homogênea. Adicione, se necessário, uma pequena quantidade de água fria. Enrolar a massa em plástico e esfriar por cerca de meia hora. 

Enrole a massa, em uma superfície povilhada com farinha, até a espessura desejada (3 mm). Corte em formas, coloque na assadeira preparada e refrigere novamente por 15 minutos. Asse por cerca de 20 minutos, até borbulhar e dourar. Deixe esfriar por alguns minutos na bandeja e, em seguida, remova-o para uma grelha até ficar completamente resfriado. Guarde em um recipiente hermético. Faz cerca de 25 biscoitos.

  • Modelo: ER0011102
  • Disponibilidade: Em estoque
  • R$ 45,00